• Myrella Masseli

Neurociência aplicada aos ambientes

Já dizia Wiston Churchill, em 1943: "Nós moldamos nossos edifícios e depois nossos edifícios nos moldam."


Quando estudamos a neurociência aplicada aos ambientes percebemos o quanto este influencia nas sensações dos seres humanos e como nossa mente e corpo se comporta em relação a isso.

A percepção é formada por uma trajetória que acontece desde os primórdios da criação, enraizadas nos nossos antepassados que vai passando pela nossa formação uterina até todas as lembranças dessa vida.

Sabemos que a estética é um dos elementos fundamentais num projeto, além da funcionalidade, mas quando entendemos que existe a história de cada um e que isso molda a forma de sentir, passamos a nos preocupar em projetar para o bem-estar.

A partir daí vemos profissionais se especializando nesta área que utiliza embasamentos científicos, técnicas e equipamentos para explicar a escolha e aplicação de cada detalhe.


Em 2018, Dra. Eve Edelstein na ANFA (The Academy of Neuroscience for Architecture) em 2018 disse:

"Múltiplas condições ambientais influenciam a forma como pensamos, sentimos e agimos. Podemos medir os atributos físicos de um lugar e relacioná-los a mudanças em como pensamos, sentimos e agimos".

Aqui, apresento um trabalho feito durante o curso de "Neuroarquitetura" por Neuroarq_academy.



8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo