• Myrella Masseli

HOME OFFICE: um novo diferencial para as empresas

Meses atrás estava refletindo sobre esse momento atual de pandemia e as dificuldades do trabalho de casa.

Nos vimos obrigados a nos adaptar com o fato de todos estarmos em um mesmo ambiente: acordando, trabalhando, estudando, comendo, exercitando, dormindo, com filhos, maridos, pets, esposas e agregados. Tudo junto e misturado!


Por outro lado, penso no investimento de grandes empresas em projetarem espaços e proporcionarem ambientes adequados para seus profissionais desenvolverem suas atividades de forma produtiva e saudável. De repente, esses lugares estão vazios e as regras atuais dizem para evitarmos aglomerações.


Para essas empresas, por mais que voltemos num modo híbrido de trabalho, não fará mais sentido imóveis com enormes metragens e tão pouco a localização geográfica será um diferencial atrativo para contratação.


A pandemia nos fez adiantar as coisas e, por enquanto, o Home Office passou a ser uma regra e não mais uma opção. Essa circunstância já despertava interesse por alguns, porém ainda encontrava resistência por parte de outros.


Neste momento não temos escolha, distanciamento é a palavra de ordem e sair de casa somente se necessário. O isolamento deve acontecer para nossa própria segurança.


Dessa forma, a preocupação em criar espaços apropriados de trabalho em casa fez-se necessário. Muitos não possuem esse lugar, estão improvisando sem o mínimo de ergonomia para funcionar adequadamente. Outros ainda, não dispõe de espaço suficiente e tão pouco de investimento para essa adaptação.


Diante disso tudo, surgiu uma pergunta intrigante: "Quanto as empresas estariam dispostas a proporcionar aos seus colaboradores subsídios para que invistam em espaços de trabalho em casa?" Diminuindo as sedes e economizando nos imóveis, as empresas poderiam repassar recursos e assistência profissional para seus colaboradores executarem seus Home Office.


Esse sim, poderia ser um novo diferencial para atração de talentos, de agora em diante!


Assessorar seus profissionais a criar esses espaços, com as características da empresa que os atraiu e que já estavam acostumados, mas sem perder o jeito do dono da casa, pode ser um motivo a mais para solidificar parcerias.


Algumas empresas já estão fazendo isso, preocupadas com o bem-estar de seus profissionais, para que estejam produtivos em seus novos espaços de trabalho, mas principalmente seguros e confortáveis.


A contratação de designers de interiores ou criação de um novo setor responsável para auxiliar nos projetos desses espaços remotos de trabalho em casa, se torna essencial para otimização desses recursos investidos e construção de resultados efetivos.


Sendo assim, posso ajudar a sua empresa a tornar uma realidade essa ideia!






23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo